Metrô indenizará mulher de camelô morto no Natal ao defender travesti

Advogados na Web

Site

Publicado em 17/01/2017 08:22

Resumo

O Metrô é responsável pelos atos que ocorrem em suas dependências. Assim entendeu o juiz André Augusto Salvador Bezerra, da 42ª Vara Cível da capital paulista, ao conceder liminar obrigando a Companhia do Metropolitano de São Paulo a pagar pensão mensal de R$ 2,2 mil à mulher do...

Veja o conteúdo completo em:

http://www.conjur.com.br/2017-jan-16/metro-indenizara-mulher-camelo-morto-defender-travesti

Deixe o seu comentário

Conteúdos deste Autor

Mostrar mais

Conteúdo Sugerido

Cobertura de tratamentos urgentes e emergenciais

Monteiro de Figueiredo Sociedade de Advogados - Especialistas em Planos de Saúde e Direito Médico

Conteúdos Relacionados

Divórcio Virtual: uma nova possibilidade

Galvão & Silva Advocacia